4 segredos para otimizar as contas a receber de sua empresa

Cuidar das finanças do seu agronegócio deve ser uma das principais preocupações de gestão. São as finanças que fornecem os recursos para crescer e se manter no mercado e também são elas que geram vantagem competitiva. Desse modo, um planejamento financeiro é uma ferramenta indispensável para a boa administração de valores e que pode, inclusive, impulsionar o sucesso do seu empreendimento.

Precisa de ajuda nessa tarefa? Então, leia o post até o fim e aprenda o que deve ser feito para ter um planejamento financeiro adequado para o seu agronegócio!


O que é o planejamento financeiro e por que ele é importante?


Um planejamento financeiro é uma importante ferramenta de alocação de recursos. É por meio dele que o seu negócio pode planejar como e quando deve investir, além de garantir que a empresa tenha sempre recursos para sustentar suas operações.

Sua importância, portanto, reside no fato de que esse planejamento permite que o seu agronegócio gerencie seus recursos adequadamente, sem gastar demais e também sem perder oportunidades importantes de crescimento e desenvolvimento.

Além disso, ele é uma forma de se preparar e vencer situações econômicas adversas, assim como para sair na frente dos concorrentes, gerando um melhor posicionamento de mercado.


Como fazer o planejamento financeiro do seu agronegócio?


Se você acha que o planejamento financeiro é um processo complexo e apenas para especialistas, saiba que está enganado. Alguns passos simples para a realização desse planejamento incluem:


Reconheça e analise a situação atual do seu empreendimento


Todo planejamento financeiro se inicia com uma avaliação sobre a situação financeira. O planejamento para um agronegócio que está em seu ápice de lucro não é o mesmo para um que vem dando prejuízo nos últimos meses. Por isso, use dados, relatórios e balancetes para fazer uma análise do que está acontecendo financeiramente na empresa.


Determine objetivos


Depois de fazer uma análise da situação atual é hora de estabelecer objetivos financeiros. Se o negócio está dando prejuízo, um dos objetivos deve ser o de reverter essa situação. Por outro lado, se o negócio está dando muito lucro é recomendado montar um planejamento de sustentação do crescimento e de investimentos adequados para garantir a saúde financeira da empresa.

Assim, esses objetivos financeiros devem ser viáveis e mensuráveis para que possa ser feito um acompanhamento realista. Dependendo do tamanho do objetivo e do seu prazo, vale a pena dividi-lo em metas menores.


Planeje ações estratégicas


Conhecendo a situação e os objetivos do seu agronegócio é hora de começar a planejar as ações necessárias. Se o seu agronegócio não está dando lucro, uma ação estratégica pode consistir em ativar clientes antigos ou reduzir os custos.

Já se o seu negócio vai de vento em popa, compensa pensar em investimentos em maquinários ou em mais tecnologia, por exemplo. Todas as ações estratégicas considerar a situação financeira e os objetivos que você estabeleceu para o seu negócio.


Invista em softwares


Por falar em tecnologia, é importante considerar a possibilidade de investir em softwares de gestão. Um CRM, por exemplo, irá ajudá-lo a entender melhor o valor de cada cliente, permitindo ações que aumentem o ticket médio do seu agronegócio.

No geral, esse tipo de investimento faz com que seja mais barato, mais fácil e mais confiável analisar dados importantes para um planejamento financeiro.

Um planejamento financeiro é indispensável para o seu agronegócio porque garante que os recursos sejam utilizados de maneira otimizada, assertiva e de acordo com os objetivos. Ao seguir esses passos, você terá um planejamento adequado e, principalmente, capaz de oferecer resultados positivos para o seu negócio.

Para mais dicas como essa e não perder todas as nossas novidades, curta anossa página no Facebook!

COMPARTILHE ESSE POST


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários do blog são via facebook. Para comentar você tem que estar logado lá.
Lembre-se que o comentário é de inteira resposabilidade do autor.


Feito com carinho