Agricultura Digital x Agricultura de Precisão: Entenda as diferenças e os benefícios entre estas duas tecnologias

Muito se fala sobre Agricultura de Precisão. Dúvidas são formadas de quanto ela pode ser eficaz dentro de uma produção, e se é, como tirar o máximo de seu proveito. Mas, você sabe o que é Agricultura de Precisão? É a mesma coisa do que Agricultura Digital, e, se não é, esses temas estão interligados? Vamos responder tudo o que você precisa saber sobre esse tema nesta matéria!




Afinal, o que é Agricultura de Precisão?




A Agricultura de Precisão é um sistema de gerenciamento agrícola, agregando novos conceitos, técnicas e vantagens ao produtor rural. Ele possibilita a detecção, monitoramento e a otimização na gestão da propriedade rural, orientando o controle e a potencialização da produtividade, preservação do meio ambiente, e a melhoria nas decisões, permitindo o aumento da renda da atividade. Esse gerenciamento pode ser feito através de muitas ferramentas disponíveis no mercado.




O início da agricultura de precisão se deu com a vinda das máquinas dotadas de GPS, e que permitiam a coleta de dados para posterior geração de mapas de produtividade. Hoje, a agricultura de precisão vai além do simples uso dos equipamentos, podendo ser usada em todas as áreas do setor agropecuário de forma personalizada, e oferecendo ferramentas para a otimização do uso de insumos.




É muito comum a associação da Agricultura de Precisão como sendo a própria Agricultura Digital. Na verdade, a Agricultura de Precisão é uma das inúmeras possibilidades que compõem a Agricultura Digital, a qual é uma visão bastante abrangente e que pode agregar muita eficiência ao agronegócio atual.




E o que é Agricultura Digital?




Se utilizada em sua plenitude e da maneira correta, a Agricultura Digital é um conceito que permite o acompanhamento total da propriedade rural. Para tanto, foram agregadas algumas peças importantes que colaboram para o êxito dos projetos baseados nesse conceito. Todas essas peças ajudam a otimizar os resultados que seriam obtidos a partir das atividades de Agricultura de Precisão.


· Drones: Os drones vêm ganhando cada vez mais espaço nas lavouras. Por meio de imagens aéreas, os equipamentos podem detectar falhas nas plantações, áreas com falta ou excesso de água em que há a necessidade de utilizar defensivos, agroquímicos, fertilizantes ou qualquer outro suplemento agrícola. Hoje em dia, os drones são equipados com câmeras especiais de resoluções fantásticas e recursos de captação, sobrevoando para oferecer o panorama geral da plantação.


· Processamento remoto de imagens: Com o auxílio de softwares combinados aos drones e outros dispositivos de captação de imagem como os satélites, é possível captar e processar imagens com alta precisão, visto que a qualidade e a frequência de imagens de satélite melhoram ano após ano, tornando esta categoria essencial dentro da agricultura de precisão. Além disso, todo o processamento é realizado de forma automática, sem nenhum tipo de auxílio humano. Comparando estas imagens, é possível acompanhar a produtividade de cada safra, ano após ano, e realizar as devidas correções no campo.


· Maior informação e armazenamento de dados: está claro que recolher dados é um dos principais valores da Agricultura de Precisão, completando assim a Agricultura Digital. Porém, tão importante quanto coletar os dados é armazená-los e processá-los com eficiência e segurança. Assim, a tecnologia de armazenamento de dados cada vez mais detalhados se torna uma necessidade dentro da agricultura digital. Ao longo do tempo, os sistemas ficarão cada vez mais robustos, providenciando relatórios e serviços analíticos para os utilizadores.


· Dispositivos inteligentes: A importância da informação dentro da agricultura é intensa, mas para se obter resultado é necessário que haja grande eficiência para coletar essa imensidão de dados. Nesse sentido, o uso de dispositivos inteligentes, como sensores e softwares, vem ganhando cada vez mais espaço dentro da agricultura digital, devido à sua capacidade em coletar e analisar as informações mais importantes. Dentro desse conceito, a coleta e processamento das informações provenientes de dispositivos de IoT (Internet das Coisas) permite o sensoriamento em tempo real de diversos parâmetros da propriedade rural, permitindo a criação de alertas e visões que seriam impossíveis de serem obtidos de forma manual.


Existem desvantagens na Agricultura Digital?




A principal discussão referente ao avanço da Agricultura Digital nas lavouras brasileiras, refere-se a possíveis bolsões de desemprego nas propriedades agrícolas que adotam mais tecnologia. Quem defende a agricultura tradicional afirma que o emprego nas lavouras pode cair com a Agricultura Digital, o que é uma discussão plausível, uma vez que a aplicação da tecnologia tende a diminuir o uso de mão de obra menos qualificada nas lavouras, através de máquinas cada vez mais inteligentes.


Entretanto, a realidade é que a Agricultura Digital vem abrindo as portas para diversas oportunidades de trabalho relacionadas ao manuseio e à manutenção dessas máquinas e equipamentos, além do desenvolvimento de novos produtos e inovações tecnológicas, ampliando o mercado já existente. Ao mesmo tempo, a criação de diversas empresas de Agricultura Digital também colabora com a geração de empregos ligados ao campo. A questão, portanto, passa a ser a necessidade de capacitar os profissionais no campo, de modo a prepará-los para essa nova era da agricultura, através das tecnologias trazidas pela Agricultura Digital.

COMPARTILHE ESSE POST


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários do blog são via facebook. Para comentar você tem que estar logado lá.
Lembre-se que o comentário é de inteira resposabilidade do autor.


Feito com carinho