Assegurando a produtividade no Agronegócio em um mercado competitivo

Conforme o Agronegócio se torna mais inovador e produtivo, seus players consolidam estratégias e passam a agir de forma cada vez mais especializada, melhorando estratégias e elevando o nível de suas ações para que se tornem sempre competitivas. Neste cenário, todas as organizações são colocadas diante do desafio de estarem em constante evolução para atender este mercado mais exigente e ativo, reinventando suas práticas de modo a oferecer o melhor produto, serviço e atendimento ao produtor rural.



Como as mudanças no Agronegócio estão acontecendo cada vez mais rápido, com tecnologias e ações que alteram fortemente tanto as atividades agrícolas como a forma que as organizações e seus clientes realizam negócios, a única forma de acompanhar esta evolução e se adaptar no ritmo correto é cultivando uma relação próxima com o produtor e o campo. Em nossa matéria de hoje, vamos abordar alguns temas que podem ajudar as organizações do Agronegócio a manterem sua relevância no setor apesar da competitividade.



Evolução da Conectividade

No sentido de atendimentos e experiência do cliente com os produtos e serviços da organização, a evolução da conectividade no Agronegócio é uma tendência forte que gera um diferencial importante quando aplicada corretamente. O chamado omnichannel, representa perfeitamente esta realidade e a necessidade do agro em manter todos os seus canais conectados e em prontidão para o atendimento.

Integrando aplicativos, lojas virtuais, mídias e os atendimentos em loja ou consultorias em propriedade, o destaque desta ação é deixar nas mãos do produtor rural a forma como ele prefere acessar a organização.

Como é baseada na facilitação dos serviços ao produtor, usar de forma plena o atendimento de multi-canais significa que a organização precisa estar segura de sua capacidade logística em se adaptar a possíveis alterações solicitadas pelo cliente. Por exemplo, se o produtor rural realizar uma compra de forma remota mas decidir eventualmente retirar o produto em uma loja próxima, ele não pode sofrer o transtorno de encontrar uma falta de estoque local ou problemas para confirmar seu pagamento, caso já o tenha feito através de um aplicativo.



Novos Modelos de Lojas Físicas

Enquanto os meios de comunicação com o cliente precisam estar integrados e em constante evolução para proporcionar ao cliente a melhor experiência no atendimento e nos negócios, é importante manter também o canal de comunicação tradicional e presencial tão relevante quanto os demais. A loja física da organização continuará sendo um dos principais acessos do produtor rural aos produtos, serviços e relacionamentos com a organização pelo futuro previsível.

Com o avanço dos meios digitais, entretanto, a facilidade em solicitar e adquirir produtos e serviços de forma remota impõe o desafio de reinventar as lojas físicas. Além de apenas um espaço de compras, elas podem também servir como um ambiente de relacionamento e troca de conhecimentos, seguindo um modelo de "lojas conceito". De outra forma, com as tendências de conectividade que mencionamos anteriormente, novos estabelecimentos podem ser construídos visando apenas estoque e retirada facilitada de produtos, consolidando a área de atuação da organização sem precisar expandir todas as suas estruturas.



Uso Estratégico do CRM

Adaptar qualquer ação ou estratégia requer informações de qualidade e a sua correta interpretação para aplicá-la na prática. Como mencionamos no início desta matéria, acompanhar as rápidas mudanças do Agronegócio só é possível através de um contato próximo e pessoal com o campo. O uso do CRM na gestão de clientes proporciona tanto o suporte para os atendimentos e negociações como na coleta de informações diretamente com o cliente.

Destacar-se da competição no Agronegócio algumas vezes significa focar esforços em uma carteira menor, mas de maior valor à organização, ou trabalhar de modo diferenciado ofertas e pacotes de produtos quando as ações atuais não correspondem mais ao esperado pelos produtores rurais. Nesta realidade, o CRM se apresenta como mais do que apenas uma ferramenta, mas a capacidade de guiar com excelência as ações comerciais da organização, construindo-as ao redor de seus clientes com a análise e segmentação adequada. Ao se conectar com o mercado e construir uma cultura de negócios voltada a satisfação do produtor rural, as organizações do Agronegócio podem sempre se destacar de sua competição e continuar atuando no mercado com produtividade.

Gostou deste post? Siga nossa página no Facebook e no Linkedin e acompanhe outros posts sobre gestão, tecnologia e tendências do Agronegócio!


COMPARTILHE ESSE POST


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários do blog são via facebook. Para comentar você tem que estar logado lá.
Lembre-se que o comentário é de inteira resposabilidade do autor.


Feito com carinho