Avaliação 360°: um instrumento para a gestão de talentos no agronegócio

Todas as atividades que demandam a gestão de colaboradores, o trabalho em equipe e uma produtividade crescente e satisfatória, precisam de um sistema de avaliação eficiente e capaz de trazer bons resultados. Para o agronegócio isso não é diferente. A análise do desempenho de cada membro da equipe é essencial para que a empresa alcance seus objetivos e caminhe sempre em direção ao sucesso.


Existem várias ferramentas para avaliação de desempenho, que podem ser utilizadas de acordo com as caraterísticas específicas de cada organização e as necessidades dos gestores. Entretanto, uma delas se mantém como preferida entre quem mais entende do assunto, por sua capacidade de gerar bons resultados e de oferecer uma visão completa, dinâmica e rica da equipe: a avaliação 360°. Confira aqui como essa ferramenta pode lhe ajudar na gestão de talentos no agronegócio.


Como funciona?


A Avaliação 360° se caracteriza, principalmente, por ser uma via de mão dupla. O rendimento de determinado colaborador é analisado por um grupo de pessoas, indo desde o seu gestor direto a, até mesmo, um cliente, passando por um colega de trabalho de mesmo nível hierárquico, um subordinado, um parceiro. O mesmo colaborador avalia também outros colegas de trabalho, gestores e subordinados, em um movimento completo de entendimento da gestão e do trabalho em equipe.


Com essa estratégia, é possível obter um retrato muito útil dos colaboradores da empresa, avaliando o desempenho, produtividade e o potencial de crescimento de cada colaborador. A dinâmica de avaliação, transparente e convidativa, tende a ser um incentivo para que todos se empenhem na construção de críticas construtivas e de um perfil sincero e completo para a atuação de determinado colaborador, da equipe e da empresa como um todo.


O que avaliar?


Para o sucesso da Avaliação 360° na gestão de talentos do agronegócio, é importante construir formulários inteligentes, que sejam fáceis de serem preenchidos e não demandem mais do que quinze minutos do avaliador. É preciso considerar que uma pessoa terá que avaliar outras tantas (entre quatro ou cinco é o número ideal) e, por isso, o modelo deve ser bem objetivo.


Os principais fatores a serem avaliados no processo são a capacidade de liderança, a produtividade, a vontade e o empenho do colaborador na execução de suas funções, sua capacidade de se adaptar e enfrentar desafios e sua integração com a equipe. São características que impactam diretamente nos resultados da empresa e que, por isso, devem ser tratadas com atenção especial.


Importante ter em mente que o mesmo formulário deve ser aplicado à equipe toda, independente do nível hierárquico, garantindo uma homogeneidade na avaliação e um processo mais equilibrado.


E depois?


A Avaliação 360° é um instrumento muito útil e eficiente na gestão de uma equipe, mas demanda um processo continuado de melhoria e aprimoramento, ou seja, não pode acabar na etapa dos questionários. Isso significa que, após a avaliação de cada colaborador, sejam traçados planos e metas para o seu desenvolvimento profissional. A partir do resultado da avaliação é desejável que se determinem estratégias e táticas para que os pontos positivos sejam otimizados, bem como as falhas e fraquezas corrigidas.


Todo o processo deve ser realizado com diálogo e convidando os colaboradores a uma participação efetiva. A gestão de talentos no agronegócio depende de transparência, planejamento e melhorias contínuas.


Ainda tem dúvidas sobre a avaliação 360°? Quer mais ferramentas para melhorar o seu time? Confira as nossas dicas para treinar os seus vendedores!

COMPARTILHE ESSE POST


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários do blog são via facebook. Para comentar você tem que estar logado lá.
Lembre-se que o comentário é de inteira resposabilidade do autor.


Feito com carinho