CRM

Barter no Agronegócio: como acontece e qual sua importância

O agronegócio brasileiro avança e amadurece a cada dia. Além de novas técnicas e tecnologias, também novos modelos de negócios são incorporados no dia a dia das organizações e dos produtores rurais.

O crescimento da produção agrícola demanda, também, um aumento no consumo de insumos para que essa produtividade seja alcançada. Considerando que os produtores rurais, em sua grande maioria, trabalham seus cultivos normalmente alavancados por recursos vindos do crédito agrícola, e diante da mudança no perfil das famílias ligadas ao agronegócio, era necessário o surgimento de novas formas de comercialização dos insumos e dos produtos agrícolas. Uma dessas novas formas foi a negociação através do modelo Barter de comercialização.


Conhecendo a operação Barter


A Operação de Barter, termo que também é conhecido “troca, permuta ou escambo”, vem sendo uma estratégia comercial muito útil ao agronegócio. E o mais importante é que se pode obter muitos resultados com esse modelo de operação, tanto para incrementar o volume de negócios de quem está vendendo insumos, quanto para os produtores rurais.

É uma prática relativamente simples, onde realiza-se a negociação da venda dos insumos necessários a cada cultivo, tendo como moeda de pagamento os próprios produtos que serão resultado desses cultivos. Otimiza-se, assim, o processo de crédito agrícola, sendo que o próprio fruto do trabalho do produtor rural serve como garantia dos recursos que ele precisaria levantar em instituições financeiras.

Essa prática comercial vem sendo realizada no Brasil desde o início dos anos 90, e atualmente, com o crescimento do agronegócio nacional, a prática começa a ser cada vez presente e importante. Especialistas no agronegócio estimam que os negócios em Barter já sejam responsáveis por quase 25% dos negócios realizados com insumos agrícolas no Brasil. É uma forma de pagamento em que o produtor paga com o que produz.


Como são realizadas as trocas


O modelo Barter é uma modalidade que abrange diferentes tipos de commodities. Como o êxito tem sido grande, a estratégia deixou de ser usada apenas no café, como era usada mais assertivamente entre 2010 e 2013, e foi expandido para os principais cultivos existentes no Brasil, mais precisamente soja, milho e algodão.

Empresas de máquinas agrícolas também passam a utilizar desse modo de operação comercial, aproveitando o embalo dos produtores rurais nessa nova forma de negociar.

Resumindo: o Barter é uma opção de crédito/financiamento do custeio agrícola, menos burocrática e rápida, e com opções de negociação da própria produção. Cabe ressaltar que é importante o produtor avaliar quais são os juros incidentes em cada negociação, bem como analisar os riscos por quebra de contrato devido a frustação de safra por problemas climáticos ou mercado.


A grande importância do Barter


A grande importância do barter é garantir ao agricultor a compra de insumos ou maquinários para a sua safra sem que ele precise tirar dinheiro do bolso.

Além disso, esse tipo de operação protege o seu custo de variações do preço da commodity, facilitando, assim, o gerenciamento do seu negócio. Dessa forma, o agricultor tem uma previsão do custo da operação sem precisar ficar exposto às taxas de juros bancárias.

Outro benefício que deve ser considerado é a armazenagem da produção. Optando pela modalidade de Barter o produtor rural deixa de ter a preocupação logística, uma vez que os grãos negociados nessa troca já têm destino certo antes mesmo da estocagem.

Com essas vantagens, a atenção do agricultor deverá estar voltada, principalmente, para a dimensão das operações de troca que fará, já que ele terá que produzir o suficiente para honrar todos os compromissos assumidos em contratos. Caso contrário, poderá ter que arcar com custos extras, como o pagamento de multas.

Já pela ótica das organizações do Agronegócio, as operações de Barter são muito bem planejadas e organizadas diante do seu grau de importância para os negócios. Para diminuir os riscos em suas operações de Barter, é muito importante que os distribuidores e revendas de insumos e máquinas agrícolas possam acompanhar as técnicas de plantio, de manejo e o desenvolvimento de cada propriedade. Uma forma inteligente de registrar todas as informações sobre cada cultivo e cada propriedade é a utilização de uma ferramenta de CRM especialmente desenvolvida para o agronegócio. Dessa forma, é possível detectar-se qualquer desvio produtivo que possa vir a afetar os seus negócios, antecipando-se a problemas que possam surgir tanto por parte dos vendedores em campo, como do produtor rural.


Quer saber mais sobre Barter e como manter um bom controle sobre suas estratégias de troca? Confira mais no nosso blog! Toda semana tem conteúdo novo para vocês.


COMPARTILHE ESSE POST


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários do blog são via facebook. Para comentar você tem que estar logado lá.
Lembre-se que o comentário é de inteira resposabilidade do autor.


Feito com carinho