CRM

Como lidar com a carteira de clientes de um consultor?

As revendas de insumos agrícolas têm uma grande abrangência de mercado porque atuam em diversas áreas do relacionamento com os clientes. Por tal razão, é essencial que, além de oferecer produtos de qualidade e atendimento adequado, o revendedor de insumos se preocupe em otimizar as consultorias feitas às propriedades rurais, essenciais para que se tracem planos de safra e se possa indicar o que está gerando ou bloqueando resultados dentro da propriedade.

Além de uma equipe de consultoria bem treinada, o revendedor de insumos que deseja ter excelência em seu trabalho deve saber gerir a carteira de clientes de cada um de seus consultores, pois uma má administração nesse sentido vai acarretar a perda de oportunidades de negócios e um grande volume de inatividade.

Para melhorar sua gestão e alavancar suas consultorias, acompanhe nosso artigo de hoje!


Quais clientes compõem a carteira?


Muitos empresários e revendedores desconhecem o tamanho real da sua carteira de clientes. A maioria tende a achar que só devem ser considerados clientes ativos da empresa, mas a verdade é que para expandir a atuação no mercado, é preciso se atentar também aos inativos, aos ex-clientes e aos prospects.

Para organizar a carteira de clientes dos seus consultores, comece conhecendo todas as denominações usadas para classificar os consumidores de uma organização. São as seguintes:

Clientes ativos: Aqueles que compram da sua revenda e que agem de acordo com o ciclo de compra.

Clientes prospects: Os que são visitados pela empresa, mas ainda não fizeram nenhuma compra. Essa categoria é usualmente malvista pelas organizações, que se esquecem de fazer a gestão adequada e de estimulá-los e se tornarem clientes ativos. É preciso valorizar e entender os prospects como os futuros consumidores da sua revenda agrícola.

Clientes inativos: Assim são chamados aqueles consumidores que deixaram de consumir os produtos oferecidos pela sua empresa ou que não seguem o ciclo de compras. Gerir essa categoria também exige manejo e atenção, porque a baixa nas compras pode significar que esses clientes encontraram outro fornecedor.

Ex-clientes: Assim se chamam os consumidores que interromperam as compras na sua organização e agora têm outro fornecedor. Resgatar as vendas para esses clientes é uma tarefa árdua, que exige maestria do revendedor agrícola, mas, se praticado com sucesso, o resgate pode trazer bom volume de vendas.


Como organizar a carteira de clientes?


Gerir bem uma carteira de clientes não significa dar atenção apenas àqueles consumidores que estão comprando atualmente ou começando a se interessar pelos serviços da revenda agrícola. Uma palavra é essencial para expandir a atuação da empresa no mercado: antecipação. Antecipe-se aos seus clientes. Antes que eles se tornem inativos ou, no caso dos já inativos, encontrem outro fornecedor de insumos, adiante-se e resgate-os.

Para tanto, é preciso prática e organização. Defina cada um dos seus compradores nas categorias anteriormente citadas, trace planos e metas efetivos para cada um em particular, buscando ofertar os produtos necessários a cada um e realizar consultorias de qualidade. A consultoria é o contato primordial entre produtor rural e empresa, por isso, será preciso uma boa equipe.

A consultoria à propriedade é quando o revendedor de insumos tem a grande oportunidade de fidelizar seu consumidor e torná-lo um assíduo comprador. Por isso, a segunda ideia essencial durante as consultorias é conhecer bem o seu cliente.



Qual a importância da tecnologia nesse processo?


Hoje, a tecnologia facilita muito o trabalho do consultor rural. Não apenas por permitir traçar planos específicos para cada propriedade, mas também por armazenar os dados dos clientes com eficiência. Por meio dessa medida, especialmente quando se faz uso dos softwares CRM, fica fácil gerir os clientes, classificá-los nas categorias precisas e conhecer suas demandas, podendo oferecer planos de negócios mais assertivos e capazes de torná-los ativos.

Caso um consultor seja substituído, será fácil que ele acesse dados detalhados de cada consumidor pelo software. Além disso, o CRM torna fácil a triangulação entre consultor, cliente em supervisor de consultoria, dinamizando as relações e permitindo ajustes mais precisos no tratamento do consumidor.

Agora que você já conhece nossas dicas valiosas para lidar com a carteira de clientes dos seus consultores rurais, quais medidas considera mais importantes para as revendas agrícolas? Não deixe de comentar!

COMPARTILHE ESSE POST


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários do blog são via facebook. Para comentar você tem que estar logado lá.
Lembre-se que o comentário é de inteira resposabilidade do autor.


Feito com carinho