CRM

Metodologia IDIP - Parte II: como diferenciar clientes e qual a importância?

O que serve muito bem para um cliente, pode estar muito longe dos problemas ou das necessidades de outro. No mercado agrícola, vale dizer que isso é ainda mais pronunciado: produtores têm tamanhos de lotes, capacidades e objetivos diferentes. Enquanto um precisa de certo produto no meio do ano para ter uma boa safra, outro precisa de produtos no começo do ano, e assim por diante.

Dessa forma, diferenciar significa entender as necessidades de cada um e separá-los conforme essas exigências. Seguindo a metodologia IDIP, esse é o segundo passo e vem logo após a identificação de clientes. Para que você tenha um direcionamento melhor sobre esse assunto, apresentamos a importância da etapa em questão e como fazê-la. Confira!


Por que é necessário diferenciar clientes?


Como dá para imaginar, essa etapa é a grande facilitadora da interação. Saber de antemão o que o cliente necessita especificamente, ajuda a revenda a atender com mais precisão e qualidade.

A diferenciação também é responsável por economizar e otimizar o uso de recursos. Assim, os esforços com determinado cliente são mais bem direcionados e não há desperdício de tempo.

Outro fator importante é que se você observar adequadamente, notará que há clientes mais importantes do que outros, seja pela frequência com que compram ou pelo valor do seu ticket médio. Perdê-los, portanto, significa prejudicar o negócio, e a diferenciação é responsável por ajudar você a identificar apropriadamente quem são eles.


Como diferenciar clientes?


Após saber quem é o cliente, você precisará descobrir do que ele precisa para diferenciá-lo. Nesse sentido, as principais etapas incluem:

Separe o cliente de acordo com as suas características

Depois de saber quem é o cliente e o que ele espera, você deve ir mais a fundo e entender suas características de maneira mais integrada. Com o perfil de consumo que você traçou na identificação, faça uma análise em busca de informações que indiquem padrões sobre seus clientes ou que mostrem o que funciona com ele e o que não.

Se o contato telefônico com o cliente não funciona, por exemplo, você já poderá diferenciá-lo para incluí-lo na sua estratégia digital. Esse momento serve para entender melhor o que dá certo ou não e o que funciona de maneira mais efetiva em cada caso.


Identifique a importância de cada cliente


Se dois clientes têm perfil de consumo parecido, o que vai diferenciá-los? A importância deles perante o seu negócio. Isso é observado de acordo com o impacto que o cliente causa no negócio.

No setor agrícola, imagine um cliente que, perto de sua safra, consome quase o estoque completo de fertilizantes da revenda. Como gera uma elevação muito grande de renda em pouco tempo, esse é um cliente importante. Se outro consome a mesma quantidade de produtos com uma grande frequência, ele também é importante por ser capaz de gerar renda recorrente e aumento da segurança.

Dessa forma, é preciso fazer esse tipo de diferenciação para saber em quais clientes os maiores esforços dos representantes de vendas devem ser focados.


Inclua o CRM na diferenciação


Assim como ocorre para a identificação, o CRM também deve ser utilizado para diferenciar clientes. Como mapeia todos os pontos de contato deles com o negócio, o resultado é que é possível identificar padrões e entender as demandas e motivações de cada consumidor.

Fica mais fácil, então, perceber que determinado cliente realiza a compra pelo preço, enquanto outro valoriza o atendimento diferenciado. Isso te permite para oferecer o que cada um precisa de maneira mais direta.

Entendeu essa etapa da metodologia IDIP? Que tal começar a aplicar em sua empresa? Para mais dicas, fique ligado em nosso Facebook!


COMPARTILHE ESSE POST


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários do blog são via facebook. Para comentar você tem que estar logado lá.
Lembre-se que o comentário é de inteira resposabilidade do autor.


Feito com carinho