O agronegócio está batendo um bolão! - Parte 1

Os olhares estão todos voltados para a Copa do Mundo, e isso é inegável. Enquanto a bola rola, o mundo agro também não para. E para você, que anda de olho em ambos, que tal saber um pouco sobre o mundo do agronegócio nos países cabeça-de-chave na copa do mundo? Afinal de contas, são muitos os negócios que o nosso Brasil mantém com eles!


Rússia


O maior país em extensão do mundo, possui 25% de sua população vivendo na área rural. Um número considerável, se analisarmos friamente o tamanho do país. Apesar de todo o seu potencial, a agricultura na Rússia teve muitos altos e baixos.

Vários fatores contribuem para que a grande mãe Rússia não seja uma potência no segmento, e o próprio clima é um dos fatores que realmente atrapalham muito.

Porém, o país vem evoluindo muito nesse aspecto. Há pouco tempo esta nação se tornou o terceiro maior produtor de trigo do mundo, atrás apenas de China e Índia. Ainda assim a Rússia é um grande exportador mundial de cereais, produzindo soja, milho e cevada, em que a produção aumentou muito devido à demanda de sua pecuária.

Também cabe ressaltar que a Rússia é um dos maiores importadores de carne brasileira, e certamente a Copa do Mundo irá colaborar muito para aumentar o consumo da nossa proteína!


Portugal


Os principais produtos agrícolas produzidos na velha Portugal são os cereais. Entre eles estão o trigo, a cevada, o milho e o arroz. Portugal também é muito famoso pelo cultivo das uvas para a produção de vinho, de belos tomates e azeitonas.

As florestas cobrem boa parte da área natural de Portugal. As áreas montanhosas são quase todas destinadas à silvicultura e à produção de resina, cortiça e as madeiras de pinho e eucalipto.

Não podemos nos esquecer da indústria pesqueira de Portugal, que tem aumentado significativamente a sua produção, tendo seus produtos exportados para todos os lugares do mundo.


França


A França é um poderoso e importante produtor de frutas, legumes e vegetais. Para ser mais exato, é um dos principais produtores da Europa. Além de ser o terceiro principal produtor europeu de frutas, os franceses ainda cultivam trigo, soja e milho.

Mas este país nem sempre foi assim. Em meados dos anos 90 os franceses passaram por uma grande crise no cenário da agricultura, voltando a se recuperar apenas no começo do novo milênio.

Atualmente a agricultura da França representa 5,6% do emprego e 3,5% de seu PIB. Em 2012 a produção agrícola global francesa ascendia a 76,14 bilhões de euros, enquanto a da Alemanha era de 55,71 bilhões, e da Itália chegava a 48,49 bilhões de euros.


Bélgica


Quase metade das áreas agrícolas é destinada ao cultivo e à pecuária desse simpático país europeu, sendo apenas 3% dedicado à horticultura. Os principais produtos do país são o açúcar de beterraba, trigo e a famosa cevada, destinada às ótimas cervejas belgas. Frutas, batatas, tomates e linho também são produzidos em uma quantidade menor.

O grande trunfo da Bélgica é a pecuária. Grande exportador e produtor de carne de qualidade, o país também é totalmente auto-suficiente em produtos lácteos. Em 2005, o gado atingiu 2,7 milhões de cabeças, e os suínos chegaram a 6,3 milhões.


Ficar por dentro do que rola dentro do cenário do agronegócio é muito importante. Afinal, como importadores e consumidores de produtos brasileiros, eles influenciam diretamente a nossa economia. Quer saber mais sobre o agronegócio nos países da copa? Vamos compartilhar com você em nosso próximo post, na terça-feira!

COMPARTILHE ESSE POST


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários do blog são via facebook. Para comentar você tem que estar logado lá.
Lembre-se que o comentário é de inteira resposabilidade do autor.


Feito com carinho