O Desempenho do Agronegócio em 2020

Certamente não é novidade que o Agronegócio movimenta a maior parte da economia do Brasil. Esta força é realmente colocada em evidência quando vemos sua resiliência em comparação com outros ramos da economia: Segundo os dados do IBGE divulgados no início de Setembro (2020), a Agropecuária foi o único setor que não apresentou queda no último trimestre em comparação ao anterior, mas cresceu 0,4% (em comparação com a queda de 12,3% do setor industrial e 9,3% de serviços). O Agro praticamente mantém o ritmo de crescimento do mesmo período em 2019, quando não havia pandemia.




Entre as várias causas para este fenômeno, se destaca a exportação do Agronegócio brasileiro, que continuou elevada com a alta demanda no exterior, e o desempenho das últimas safras favoráveis à produção. Estes resultados, somados com prêmios altos nas balanças comerciais, contribuíram para um excelente resultado ao Agronegócio do nosso país, quando comparado aos demais setores da economia.




Sabemos que o impacto não foi de forma nenhuma irrelevante e exercer cuidado agora ainda é muito importante. Mesmo assim, não podemos deixar de notar a vantagem que o Agronegócio teve até agora e seu protagonismo para manter a economia brasileira.




Ainda mais importante, estes dados mostram como o Agronegócio é atualmente um dos melhores espaços para investimento. Suas organizações estão em posição de se atualizar - contanto que suas escolhas de inovação possam ser rentáveis em comparação ao investimento. Desta forma, dois aspectos precisam ser considerados: Conectividade, no sentido de relacionamento e presença constante ao lado do cliente, e Auxílio às Vendas, tanto na captação e processo de informações para realizar estratégias como nos processos diretamente à campo ao lado do produtor. Preferencialmente, a solução perfeita precisa englobar as duas realidades.




Voltado um pouco mais para a parte de conectividade, existem os Aplicativos da organização que permitem ao produtor rural acesso a um meio de comunicação direto com a empresa e seus consultores. Esta solução é particularmente útil durante a pandemia, aliviando através de um aplicativo móvel qualquer temor do contato social. Mesmo depois que a situação se normalizar, é provável que a tendência destes Apps permaneça.




Por outro lado, voltado mais para o auxílio às vendas - enquanto certamente mantém o relacionamento com o cliente em evidência - o CRM é uma das melhores escolhas de inovação para uma empresa do Agronegócio em termos de custo-benefício, especialmente a médio e longo prazo. Prova disso é uma das maiores cooperativas do Brasil ter expandido seu faturamento em 40% através do uso de um CRM especialista em sua área de atuação. É importante saber também que o CRM é uma ferramenta de relacionamento e estratégia, portanto depende da capacidade da empresa de extrair o máximo de seu potencial, e não necessariamente de seu tamanho. Mesmo um negócio pequeno pode evoluir sua produtividade e fidelizar sua carteira de clientes através dele.




Em um mundo cada vez mais globalizado e dependente de fatores externos, as organizações do Agronegócio precisam manter a autonomia de seu próprio faturamento, com uma base importante de clientes para garantir que, mesmo com um severo desafio imposto pela volatilidade do mercado e fatores externos, a produtividade de suas bases e filiais continue e suas capacidades de crescimento permaneçam intocadas.




Gostou deste post? Siga nossas redes sociais no linkedin e facebook para mais conteúdos sobre gestão e tecnologia no Agronegócio!

COMPARTILHE ESSE POST


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários do blog são via facebook. Para comentar você tem que estar logado lá.
Lembre-se que o comentário é de inteira resposabilidade do autor.


Feito com carinho