CRM

Recebimento da Produção nas Revendas de Insumos

Em continuidade ao último artigo que tratamos sobre Planejamento de Visitas (CLIQUE AQUI PARA RELEMBRAR), abordaremos neste artigo o segundo pilar do CRM  Cooperate:

Recebimento da Produção


O agronegócio evolui a cada dia, prova disso é o comparativo com um passado não muito distante, quando praticamente não existiam práticas tecnológicas auxiliando na colheita e armazenamento da produção, o que tornava todo o processo demorado e muito mais trabalhoso.

No ciclo do agronegócio algumas etapas são consideradas como essenciais e o Recebimento da Produção é uma delas. No cenário atual existem problemas de logística que envolve o recebimento da produtividade do agronegócio brasileiro, o que podemos chamar de gestão da cadeia de suprimentos. A falta de infraestrutura adequada prejudica no escoamento de grãos e outros produtos, vale ressaltar que esta etapa que é considerada fundamental nas etapas de uma empresa distribuidora de insumos agrícolas.

A gestão da cadeia logística demanda conhecimento de safra e estrutura logística pelo responsável da agrorevenda, agrodistribuidora ou cooperativa, tanto para comportar o armazenamento do produto, quanto para escoá-lo com inteligência, já que esta é uma das fases mais importantes na colheita. O atraso impacta diretamente no cálculo da produtividade de seus produtos.

Como complemento do Cooperate CRM, o recebimento da produção é um diferencial competitivo que boa parte dos produtores necessitam. A agilidade neste processo garante os resultados estipulados no plano de safra.

Em relação ao armazenamento dos produtos ou grãos alguns pontos merecem destaque: boa parte dos produtores paga por um espaço específico apropriado para a armazenagem, afasta o risco de sofrer um assalto em sua propriedade, podendo contar também com um seguro de sua mercadoria, além do alto investimento para a construção de uma estrutura que comporte toda a produção dentro dos parâmetros e exigências estabelecidos.

A armazenagem pode acontecer no espaço do distribuidor, desta maneira, caso necessário, o produtor rural pode retirar a mercadoria em pequenas quantias. Esse cenário abre a possibilidade para que agrodistribuidores e agricultores agreguem valor à relação, já que exige comprometimento e confiança de ambos. É válido dar ênfase no fortalecimento da relação entre distribuidores de insumos e produtores rurais, destacando-se como mais um ponto positivo do pilar de recebimento da produção.

O segredo é possuir um bom planejamento de serviço, o que de certo modo é uma consequência para projetos de serviço de suporte ou assistência técnica, já que o recebimento da produção agrícola pode ser monitorado individualmente, expressando o caráter de personalização.

A respeito do recebimento da produção e do escoamento de grãos e produtos é realizado um planejamento conforme as estimativas previstas no início da safra, desta maneira existe conexão da etapa do recebimento da produção desde o início do processo. A continuidade deste projeto é essencial e envolve os esforços do distribuidor, o que de fato fortalece o contato com o agricultor .

Sendo assim a implementação de um CRM para o agronegócio auxilia na questão da estrutura logística necessária para dar segmento ao escoamento dos grãos e demais produtos, principalmente no planejamento de serviço, que está integrado na estrutura do CRM Cooperate junto ao plano de safra, extremamente importante no ciclo do agronegócio.

Acompanhe a série de artigos, o próximo será sobre VENDAS EM CAMPO, o próximo pilar do CRM da Datacoper.

Agora se você está interessado em saber quais são as 10 práticas de sucesso para sua revenda de insumos BAIXE GRÁTIS agora mesmo o nosso ebook. Com ele você vai descobrir como a sua revenda pode atuar com mais eficiência e aumentar a performance comercial.


E-Book 10 Pilares do Cooperate CRM - Recebimento da Produção 10 Práticas do Cooperate CRM - Recebimeno da Produção


AUTORES
Vinicius Tansini Pramio ? Trainee de Marketing de Conteúdo
Carlos Alberto Schulze ? Analista de Inovação

Fontes
Diversos autores.
Agrodistribuidor: o futuro da distribuição de insumos no Brasil / Matheus Alberto Cônsoli, Lucas Sciencia do Prado, Matheus Kfouri Marino. ? São Paulo : Atlas, 2011.

 

Parte 1 - Planejamento de Visitas 

COMPARTILHE ESSE POST


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários do blog são via facebook. Para comentar você tem que estar logado lá.
Lembre-se que o comentário é de inteira resposabilidade do autor.


Feito com carinho